Bem-vindo ao
OBSERVATÓRIO DE APOROFOBIA
Saiba mais

O que é aporofobia?

Aporofobia é um termo que vem da junção de duas palavras do grego: “aporo”, que significa pobre, e “fobia”, representando aversão, ódio ou rejeição.

A junção dessas palavras forma o que conhecemos como o preconceito com o pobre; o ódio pelo indivíduo apenas por ser pobre.

Este mal presente há séculos em nossa sociedade recebeu este nome pela filósofa espanhola Adela Cortina.

Com certeza, você já presenciou algumas vezes este mal que ataca as pessoas pela sua classe e condição social. Condição esta que é externa a quem sofre porque, no fim, não se escolhe ser pobre.

tirinha aporofobia

FRENTES DE AÇÃO

O que fazer para combater à aporofobia.

Aprender

Aporofobia é o ódio e o rechaço ao pobre: seja por meio de ações individuais ou pela arquitetura hostil.

Denunciar

Ao observar ou sofrer com situações aporofóbicas, documentar e denunciar nas redes sociais.

Lutar

Defenda, em todas instâncias, a defesa aos mais pobres. Rebele-se contra os contrastes do mundo em que vivemos.

“Eu não luto para ganhar. Eu luto para ser fiel até o fim.” (Pe. Julio Lancellotti).

DENÚNCIAS

Fotos e vídeos por quem viu ou quem sofreu.

Galeria

Um pouco do que estamos fazendo.

...
Entrevista de Flavio Comim
Aporofobia - Aversão aos Pobres

Nossa Equipe

...

Paulo Escobar

Ser humano, maloqueiro e sociólogo. Atua com a rua há 22 anos na área de direitos humanos e assistência.

Escritor de cinco livros de crônicas e contos de histórias das ruas e um de diálogos com o Padre Júlio Lancellotti; com quem convive há 15 anos.

...

Padre Júlio Lancellotti

Padre, pedagogo e coordenador da Pastoral do Povo da Rua de São Paulo. Convive nas ruas há 36 anos e é pároco na Paróquia São Miguel Arcanjo.

Por suas ações em defesa dos moradores de rua, tornou-se referência na luta pelos direitos humanos. Atuou com menores infratores, crianças com HIV e diversos outros setores marginalizados.

“Precisamos resistir e insistir ao lado dos indesejáveis e descartados e com eles gritar sem cessar para que sejam ouvidos.”

...

Felipe Gonçalves

Estudante de comunicação e militante, trabalha com mídias sociais e convive com as ruas há pouco mais de um ano.

Responsável pela comunicação do Observatório de Aporofobia, assim como do Projeto Caminhos.

Fale conosco

Deixe sua mensagem

Insira seu nome.
Email é obrigatório.
Insira um email válido.
Insira um telefone celular.
A messagem é obrigatória.
Form submission successful!
To activate this form, sign up at
https://startbootstrap.com/solution/contact-forms
Error sending message!